quinta-feira, 23 de maio de 2013

Entenda as formulações, e encontrando as fórmulas similares aos tipos de adubos no mercado

Por João Paulo Chaves
(Graduando em Agronomia - UESB)

Para o bom entendimento das formulações de acordo com a Análise de solo é muito importante, pois é mediante à necessidade de cada nutriente (NPK) que se estabelece uma formulação adequada. Numa análise de solo, estabelecendo teores de macronutrientes uma recomendação para a cultura da soja (Glycine max L.) de 20 kg N, 70 kg P2O5 e 40 kg K2O, por hectare. Neste caso, faz-se necessário uma relação simplificada entre os nutrientes NPK a fim de realizar uma recomendação adequada de acordo com as necessidades de cada macronutriente.
Para a simplificação dessa relação, deve-se levar em consideração a relação já expressa, que neste caso é de 20:70:40. Dividindo essa relação pelo menor número, tem-se uma relação simplificada expressa por 1:3,5:2. Esta servirá como base para encontrar a melhor formula de fertilizantes para a recomendação. Assim, multiplicando toda relação por 4 obtém-se o formulado 4-14-8, ou seja 4% de N2; 14% P2O5 e 8% de K2O. quando o objetivo é saber a quantidade de adubo formulado a aplicar por hectare basta dividir a recomendação de qualquer um dos nutrientes pelo respectivo teor do nutriente na fórmula, e multiplica-se por 100.

Assim temos: 20/4 X 100, logo a quantidade a ser aplicado por hectare será de 500 kg/ha. Se a relação simplificada for multiplicada por 5 ou 6, tem-se então uma nova formulação do fertilizante e consequentemente uma nova quantidade a ser aplicada por unidade de área. No entanto as indústrias encontram dificuldades para obtenção de formulados com altas concentrações de nutrientes, portanto, devemos trabalhar com coeficientes que nos deem fórmulas possíveis de encontrá-las no mercado. É importante lembrar que qualquer que seja o nutriente empregado (N, P2O5 ou K2O), as quantidades de uma fórmula será a mesma, ou seja, se for utilizado 70/3,5 X 100= 500 Kg/ha.
Embora tendo o conhecimento de encontrar formulações de fertilizantes, surge a necessidade da escolha dos formulados encontrados no mercado, uma vez que existe uma enorme quantidade de formulas.  Deve-se então escolher outras que nos deem a mesma quantidade de nutrientes variando apenas na quantidade a ser aplicada.

Numa mistura granulada formulada vendida como 05-30-15, ou seja, 5% de Nitrogênio; 30% de Fósforo (P2O5); 15% de Potássio (K2O).

Isto quer dizer que em cada 100 kg deste adubo (2 sacos) teremos: 5 kg de N; 30 kg de P2O5 e 15 kg de K2O. Se somarmos os nutrientes da fórmula acima veremos que existe 50% de nutrientes, ou seja, 50 kg de NPK em 100 kg de adubo. Comprando 100 kg de adubo e têm somente 50 kg de NPK. E os restantes 50 kg?
sabe-se que não há matérias primas que possuem 100% de cada nutriente, ou seja, os 50% restantes são outros nutrientes que fazem parte da composição de cada nutriente.

Escolhendo formulações na mesma relação

Vamos trabalhar com a cultura da melancia dentro das recomendações para uma região com um solo, com 2% de matéria orgânica, baixo teor de fósforo e pouquíssimo teor de potássio, correção gradual (1° cultivo).

Os valores encontrados foram:

Nitrogênio: 80 kg/ha sendo 20 kg no plantio e 60 kg em cobertura;
Fósforo (P2O5): 85 kg/ha

Potássio (K2O): 110 kg/ha

Teremos então no plantio, na sequência NPK :
20 (N) – 100 (P2O5) – 80 (K2O)
Dividindo estes números pelo menor (20), teremos uma relação: 1 – 5 – 4

Multiplicando-se estes índices por coeficientes, teremos diversa fórmulas NPK compatíveis que poderão ser usadas mas, é claro, em quantidades diferentes.


X 4 = 4 – 20 – 16

X 5 = 5 – 25 – 20

X 6 = 6 – 30 – 24

Qualquer uma das formulações compatíveis que podem ser utilizadas, pois está na mesma relação com as necessidades de nutrientes. É permitida uma variação de ± 10% nas quantidades recomendadas para se adequarem às formulações de adubos existentes no comercio.

Para saber a quantidade de cada uma destas formulações a ser aplicada por hectare utiliza-se a seguinte operação:

N.A (kg/ha) = (Dose de nutriente recomendada x 100) / Teor do nutriente na fórmula (%)
N.A (kg/ha) = (20 x 100) /4 (%) = 500 Kg/ha


4 comentários:

  1. O adubo 03-26-05 e indicado para qual cultura. Joao carvalho_usa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Qual a melhor formulação para o plantio de alho

    ResponderExcluir